Proposta prevê programa de amparo a adulto com dependência para atividades básicas

| Gazeta do Cerrado - Para mentes pensantes | - 16/01/2019

Compartilhar no Facebook! Tweetar! Compartilhar no LinkedIn Enviar por email Compartilhar no Whatsapp

O Projeto de Lei 10959/18 estabelece a criação de programa de amparo a pessoas entre 18 e 59 anos com dependência para atividades básicas ou instrumentais da vida diária – como se alimentar ou fazer necessidades fisilógicas. A proposta, do deputado Patrus Ananias (PT-MG), vale para adultos com vínculos familiares ou comunitários rompidos ou fragilizados.

Atualmente, a Lei Orgânica da Assistência Social (Loas, 8.742/93) prevê a criação de serviços socioassistenciais para crianças e adolescentes em situação de risco e para população de risco.

Segundo Patrus, esses adultos com dependência ocupam um “lugar indefinido no sistema” de assistência social. “Uma realidade constante é a dificuldade de desospitalização de adultos”, diz. O deputado afirmou que muitas vezes essas pessoas permanecem por anos ocupando leitos hospitalares em razão da ausência de locais aptos a acolhê-las por um período longo.

Instituições de Longa Permanência

A proposta amplia o atendimento das instituições de longa permanência – atualmente restrito a idosos – para adultos acima dos 18 anos com dependência para atividades básicas. Essas instituições, antigamente conhecidas como asilos, são residências de domicílio coletivo onde é oferecido acompanhamento profissional contínuo.

Patrus afirmou que fez a mudança para que as instituições possam receber pessoas acima dos 18 anos com dependência sem ter o receio de descumprirem a legislação. “Muitas instituições se deparam cotidianamente com o receio de aceitarem pessoas com menos de 60 anos e serem punidas por descumprimento da legislação.”

Essa modalidade de albergamento poderá ser oferecida diretamente pelos entes públicos e/ou pelas entidades e organizações de assistência social vinculadas ao Sistema Único de Assistência Social (Suas).

Tramitação

A proposta tramita em caráter conclusivo e será analisada pelas comissões de Seguridade Social e Família; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

 

 

Fonte: Agência Câmara

Acompanhe as redes da Gazeta do Cerrado 24 horas por dia:
Instagram: https://www.instagram.com/gazetadocerrado/
Twitter: (@Gazetadocerrado): https://twitter.com/Gazetadocerrado?s=09
Facebook: https://www.facebook.com/gazetadocerrado.com.br  
YouTube vídeo reportagens e transmissões 🔴 AO VIVO🔴: https://www.youtube.com/c/GazetadoCerrado-TVG
Grupo do WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/DdY063ahwDvH7s5ufstyPE
Aproveite e siga agora mesmo cada uma de nossas redes, pois cada uma delas possui características próprias e são complementares. Estamos sempre a disposição.
Para denúncias ou coberturas: (63) 983-631-319
Anunciar na Gazeta ou em suas redes sociais (63) 981-159-796

0 comentários

Participe! Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

Direção

Editora Chefe: Maju Cotrim Jacob
[email protected]

CEO, CFO, Diretor Executivo e Marketing: Marco Aurélio Jacob
[email protected]

Expediente

Sub Editor: Brener Nunes

Repórter: Lucas Eurílio

Jornalista: Maju Jacob

Estagiária: Luciane Santana

Assistente de Produção: Maitê Sales

TI: Tiago Bega

Presidente do Conselho Consultor: Stênio Jacob

Contatos

Para sugestões, correções, críticas ou entrar em contato:

Redação: (63) 984-631-319
[email protected]

Para anúncios ou parcerias comerciais

Comercial (63) 981-159-796
[email protected]