Quando a educação é a alma (ou arma) do país

Por Marco Jacob | 25/04/2020

Última atualização em 26/04/2020 00:44

Compartilhar no Facebook! Tweetar! Compartilhar no LinkedIn Enviar por email Compartilhar no Whatsapp

Filmes e documentários para fazer pensar a educação e melhorar ela em casa, na escola e em nosso entorno. Para pais, mestres e políticos!

Por Marco Aurélio Jacob

Quando pensamos em desenvolvimento, temos que pensar na base!

Uma base sólida, estruturada e bem desenvolvida depende diretamente de como será feita.

A educação é primordial em qualquer contexto, em qualquer nação ou realidade. A forma como a tratamos as crianças, dentro e fora de casa, nas escolas ou em qualquer situação, refletem diretamente em seu desenvolvimento.

A absorção refletirá a curto, médio e longo prazo, pois em pouco tempo começam a entrar no mercado de trabalho e influenciar, de acordo com sua formação, boa ou ruim, o ambiente o qual estão inseridos. E suas decisões serão tomadas de acordo com o que nós as ensinamos como importante, ou prioridade ou fundamental.

O que devemos valorizar? Como respeitar e tratar as diferenças? Como humanizar as relações ou impor as opiniões, como ser coerente ou ser ignorante perante o contraditório?

Se vamos terceirizar a educação ou mesmo tomar as rédeas e aprender a ensinar sem a necessidade do retrógrado ensino espartano de punição. Pois isso, mesmo que tenhamos tido um exeplo de aprendizado em nossas casas, não necessariamente é o melhor para o futuro e nem para os nossos filhos, que dirá para quem teve traumas e problemas diversos dos nossos. Poderá ser um bom professor, ou aluno, ou colega e até mesmo um bom profissional?

Como queremos que o nosso país se desenvolva?

Como queremos que os futuros profissionais sejam formados?

Em escolas que punam e substituam a educação que deveria ser dada em casa pelo autoritarismo de uma escola militar por exemplo? Ou as que fazem vista grossa ao bullyng?

E a relação do brincar com a infância? Como ela afeta o desenvolvimento e as relações com o mundo.

Neste artigo, a Gazeta do Cerrado e eu Marco Aurélio Jacob, fiz uma curadoria cuidadosa para mostrar trabalhos relevantes tanto para os país e mães, como para educadores e até mesmo para políticos e gestores de educação pública ou mesmo privada.

Vale muito a pena assistir todo o material com calma e anotando o que achar pertinente a ser aplicado imediatamente, tanto em casa, como na escola como na Gestão Pública e também nas escolas particulares.

Temos que parar de achar que estamos ensinando para crianças que não estão aprendendo e que fatalmente podem se tornar profissionais e decisores medíocres.

Mestres da Educação, do pensar e do fazer

Jean Piaget, Lev Vygotsky, Paulo Freire, Anísio Teixeira, Darcy Ribeiro, Maria Nilde Mascelllani, Florestan Fernandes, Miguel Arroyo, Jaqueline Moll, Maria Montessori, Celestin Freinet, Antônio Gramsci, John Dewey, John Locke. E muitos outros educadores que fazem de seu trabalho um exemplo para a humanidade como as irmãs professoras Roberta Tam Menezes (em Chapada de Natividade, Tocantins) Verônica Albuquerque (em Natividade, Tocantins):

Que o país precisa mesmo é de uma séria REFORMA EDUCACIONAL, e sem acordo MEC-USAID. Temos sim a capacidade de ensinar as nossas crianças a partir de métodos e pensadores reconhecidos e respeitados, e alem disto, poder se inspirar em praticas que estão dando certo em nossas escolas e mundo afora, além das que estão nos documentários selecioados especialmente para você, Logo abaixo.

Espero que apreciem e repassem ao maior número de pessoas, educadores e políticos deste país!

PRO DIA NASCER FELIZ

Sinopse: “Pro Dia Nascer Feliz” é o segundo longa-metragem do diretor João Jardim, diretor do cultuado documentário “Janela da Alma” que, em 2002, bateu recordes de público no gênero. Através de uma investigação do relacionamento do adolescente com a escola – ambiente fundamental em sua formação – o diretor traz à tona, além de questões comuns a qualquer adolescente dentro do ambiente escolar, questões como a desigualdade social e o impacto da banalização da violência no desenvolvimento de muitos desses jovens.

Ficha técnica
Ano: 2007 – Duração: 88 min.
País: Brasil – Gênero: Documentário
Direção e roteiro: João Jardim
Direção fotografia: Gustavo Hadba

* Documentário disponível Aqui!

TERRITÓRIO DO BRINCAR

Sinopse: Documentário que propõe um passeio pela geografia de gestos infantis, que habitam brincadeiras de diversas regiões brasileiras. Gestos que contam histórias, revelam narrativas, constroem uma linguagem própria do brincar e nos apresentam a nós mesmos. Durante dois anos, o casal de documentaristas Renata Meirelles e David Reeks, viajaram pelo Brasil registrando o brincar universal de meninos e meninas de diferentes realidades.

Ficha técnica
Ano: 2015 – Duração: 90 min.
País: Brasil – Gênero: Documentário
Direção: David Reeks, Renata Meirelles
Roteiro: Clara Peltier, Renata Meirelles
Fotografia: David Reeks
Trilha Sonora: Artur Andrés

* Documentário disponível Aqui!

QUANDO SINTO QUE JÁ SEI

Sinopse: A proposta do documentário Quando Sinto Que já Sei é levantar uma discussão sobre o atual momento da educação no Brasil. Carteiras enfileiradas, aulas de 50 minutos, provas, sinal de fábrica para indicar o intervalo, grades curriculares, conhecimento dividido em diferentes caixas. As escolas, como são hoje, oferecem os recursos necessários para que uma criança se desenvolva ou a transformam em um robô, com habilidades técnicas, mas sem senso crítico?

O projeto surgiu da nossa percepção de que valores importantes da formação humana estão sendo deixados fora da sala de aula. Decidimos explorar novas maneiras de aprender que estão surgindo e se consolidando pelo Brasil, baseadas na participação e na autonomia de cada pequeno ser humano.

Ficha técnica
Ano: 2014 – Duração: 78 min.
País: Brasil – Gênero: Documentário
Direção: Anderson Lima, Antonio Lovato, Raul Perez

* Documentário disponível Aqui!

SEMENTES DO NOSSO QUINTAL

Sinopse: Um documentário sobre uma escola bem diferente, a Te-Arte, que ensina as crianças de forma lúdica, com brincadeiras, sem separação de idades, e em contato com a natureza e com os animais. Sua idealizadora é Thereza Soares Pagani, que vive a escola como seu maior objetivo de vida, e ensina a valorização da infância. brasileira.

Ficha técnica
Ano: 2012 – Duração: 120 min.
País: Brasil – Gênero: Documentário
Direção: Fernanda Heinz Figueiredo
Roteiro: Fernanda Heinz Figueiredo, Renata Meirelles
Fotografia: Dado Carlin, Mariano Kweller

* Documentário disponível Aqui!

A EDUCAÇÃO PROIBIDA (LA EDUCACIÓN PROHIBIDA)

Sinopse: Através de 45 experiências educativas fora dos padrões tradicionais, que foram analisadas em 90 entrevistas com pessoas de oito países diferentes, o documentário A Educação Proibida se propõe a questionar as lógicas da escolarização moderna e a forma de entender a educação. Além de apresentar vias alternativas para como crianças e adolescentes estão sendo educados, o filme demonstra as falhas do modelo de educação vigente, que produz cidadãos doutrinados pelo sistema e que proíbe qualquer ato que não esteja conforme a norma estabelecida por ele.

Ficha técnica
Ano: 2012 – Duração: 115 min.
País: Argentina – Gênero: Documentário
Direção: Germán Doin
Roteiro: Germán Doin, Verónica Guzzo, Julieta Canicoba e Juan Vautista
Fotografia: Sandra Grossi

* Documentário disponível (legendas em português) Aqui!

SER E TER (ËTRE ET AVOIR)

Sinopse: O documentário acompanha os estudantes de uma escola rural da França, do jardim da infância até o último ano do primário, dos quatro aos 11 anos. O período mostra as crianças em pleno processo de formação do conhecimento e da identidade pessoal, acompanhando-as em sua transição do universo familiar para um ambiente no qual é levado em conta sua individualidade sem pressupostos.

Ficha técnica
Ano: 2002 – Duração: 104 min.
País: França- Gênero: Documentário
Direção e roteiro: Nicolas Philibert
Fotografia: Hugues Gemignani, Katell Djian, Laurent Didier, Nicholas Philibert
Trilha Sonora: Philippe Hersant

* Documentário disponível (legendas em português) Aqui!

CIRCO SOCIAL – OS KAKO

Olha que coisa mais linda esse documentário sobre o nosso projeto de Circo Social, dirigido pelo Marco Aurélio Jacob ! A Fundação Cultural de Palmas acaba de disponibilizar gratuitamente uma série de produções audiovisuais pelo canal #CurtaPalmas . Só clicar, ficar em casa, e conferir!

Sinopse: Um distrito marcado pela violência e vulnerabilidade social abre os braços para a cultura e a arte circense. Uma transformação gradativa que há tempos multiplica sorrisos e alegria na envolvente magia que os ensinamentos e as apresentações circenses despertam. As práticas lúdicas se juntam às habilidades motoras e físicas em uma das mais tradicionais artes que o mundo já viu: o espetáculo circense.

O Circo Social Os Kaco, em sua atuação transformadora, ajudou a formar muitas crianças e jovens e contagiou a população do distrito de Taquaruçu em uma grande obra que a cada ano só aumenta, resgata vidas e diverte cada vez mais a comunidade.

Ficha Técnica:

Ano: 2017 – Duração: 26 min.
País: Brasil – Gênero: Documentário
Direção e Roteiro: Marco Aurélio Jacob
Produção Executiva: Stella Antunes
Assistente de Produção: Marcela Pultrini
Fotografia: Marco Aurélio Jacob e @Celso Rezende

* Documentário disponível Aqui!

PAULO FREIRE – CONTEMPORÂNEO

Sinopse: Um tocante documentário para TV sobre o pensamento e a antropologia do pedagogo Paulo Freire. O filme atualiza Freire, mostrando as experiências educacionais atuais nas mais afastadas regiões do Brasil e como seu revolucionário método de alfabetização vai tirando os excluídos.

Ficha técnica
Ano: 2006 – Duração: 52 min.
País: Brasil – Gênero: Documentário
Direção: Toni Venturi
Roteiro: Helena Tassara, Sylvia Lohn
Fotografia: Jay Yamashita

* Documentário disponível Aqui!

VOLTAR A BRINCAR (PLAY AGAIN)

Sinopse: Quais as consequências de uma infância longe da natureza? Seis adolescentes viciados em tecnologia saem em sua primeira aventura selvagem.

Ficha técnica
Ano: 2010 – Duração: 52 min.
País: Estados Unidos – Gênero: Documentário
Direção: Tonje Hessen Schei
Fotografia: James Klatt
Música: Andreas Hessen Schei, Sigur Rós, Kimya Dawson

DO LADO DE FORA: LIÇÕES DE UM JARDIM DA INFÂNCIA NA FLORESTA (SCHOOL`S OUT: LESSONS FROM A FOREST KINDERGARTEN)

Sinopse: Um ano na vida em um jardim da infância na floresta, na Suíça, onde estar ao ar livre e brincadeiras sem regra são os principais ingredientes.

Ficha técnica
Ano: 2014 – Duração: 36 min.
País: Estados Unidos – Gênero: Documentário
Direção: Lisa Molomot
Trilha sonora: Ted Reichman

Este aqui é para alugar:

TARJA BRANCA – A REVOLUÇÃO QUE FALTAVA

Sinopse: A partir dos depoimentos de adultos de gerações, origens e profissões diferentes, o documentário discorre sobre a pluralidade do ato de brincar, e como o homem pode se relacionar com a criança que mora dentro dele. Por meio de reflexões, o filme mostra as diferentes formas de como a brincadeira, ação tão primordial à natureza humana, pode estar interligada com o comportamento do homem contemporâneo e seu “espírito lúdico”.

Ficha técnica
Ano: 2014 – Duração: 80 min.
País: Brasil – Gênero: Documentário
Direção: Cacau Rhoden
Roteiro: Marcelo Negri
Fotografia: Janice D’ávila

* Documentário disponível Aqui!

ESPERANDO PELO SUPER HOMEM (WAITING FOR SUPERMAN)

Sinopse: O documentário é centrado na crise da educação pública nos Estados Unidos. A história é contada através de várias histórias interligadas a partir de muitos alunos e suas famílias. Os educadores procuram uma solução dentro de um sistema problemático.

Ficha técnica
Ano: 2010 – Duração: 111 min.
País: Estados Unidos – Gênero: Documentário
Direção: Davis Guggenheim
Roteiro: Davis Guggenheim, Billy Kimball
Fotografia: Bob Richman, Erich Roland
Trilha Sonora: Christophe Beck

* Documentário disponível (legendas e português) Aqui!

ESCOLA QUILOMBO: EDUCAÇÃO CULTIVADA

Sinopse: O Filme “Escola Quilombo: Educação Cultivada” aborda o cotidiano pedagógico e o trabalho docente em uma pequena escola na Comunidade Quilombola Kalunga do Mimoso, em Arraias – TO. Numa perspectiva de ensaio etnográfico, traz narrativas e imagens sobre a vida pessoal e os desafios de ser professor em escolas rurais, enfrentando precariedades materiais e o descaso do poder público.

Ficha técnica
Ano: 2014 – Duração: 50 min.
País: Brasil – Gênero: Documentário
Direção: Evandro Medeiros
Direção Fotografia: Alexandra Duarte
Produzido: Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação do Campo (Gepec) e o Observatório da Educação do Campo (Obeduc) do Câmpus de Arraias – Universidade Federal de Tocantins, UFTO./ Co.Inspiração Amazônica Filmes

* Documentário disponível Aqui!

SOBRE CONSUMO INFANTIL:

CRIANÇA, A ALMA DO NEGÓCIO

Discutir a relação das nossas crianças com a publicidade é urgente!

No documentário “Criança, A Alma do Negócio”, a cineasta Estela Renner analisa os efeitos que a mídia de massa e a publicidade têm em relação às crianças, mostrando como a indústria descobriu que elas são os melhores alvos para venda de produtos.

Além de ouví-las, o filme conversa com os pais que relatam o quão influentes seus filhos são dentro de casa e como isso está ligado diretamente com as propagandas. Além disso, especialistas debatem os efeitos negativos dessa exposição.

Ficha técnica
Ano: 2008 – Duração: 49 min.
País: Brasil – Gênero: Documentário

Roteiro: Estela Renner e Renata Ursaia
Direção: Estela Renner
Produção executiva: Estela Renner, Marcos Nisti e Luana Lobo
Direção de fotografia: Rafa Ribeiro
Montagem: Tiago Teixeira

* Documentário disponível Aqui!

HOMEM GUARANI

Até que ponto os índios conseguem preservar sua cultura perante as nossas influências? Uma breve passagem por sua rotina e um pouco de suas tradições. A Escola Guarani e a formação dos pequeninos guerreiros donos da nossa Terra.
Uma proposta de comparação com foco na educação entre duas aldeias do tronco Guarani localizadas no Paraná, uma delas conta com uma escola estadual, onde é lecionado o português e o guarani escrito e outra que a educação é transmitida de forma tradicional, oralmente.

Ficha técnica
Ano: 2001 – Duração: 12 min.
País: Brasil – Gênero: Documentário
Direção: Marco Aurélio Jacob
Produção: Luiz Henrique Ferreira e Fernanda Rossoni
Fotografia: Marco Aurélio Jacob e Luiz Henrique Ferreira

* Documentário disponível Aqui!

Extra: Bônus para quem chegou até aqui:

MUITO ALÉM DO PESO

Hoje em dia, um terço das crianças brasileiras está acima do peso. Esta é a primeira geração a apresentar doenças antes restritas aos adultos, como depressão, diabetes e problemas cardiovasculares.

Este documentário estuda o caso da obesidade infantil principalmente no território nacional, mas também nos outros países no mundo, entrevistando pais, representantes das escolas, membros do governo e responsáveis pela publicidade de alimentos.

Muito Além do Peso (Way Beyond Weight, 2012)
Obesidade, a maior epidemia infantil da história.

Ficha Técnica:
Ano: 2012– Duração: 83 min.
País: Brasil – Gênero: Documentário
Direção: Estela Renner
Produção Executiva: Marcos Nisti
Direção de Produção: Juliana Borges
Fotografia: Renata Ursaia
Montagem: Jordana Berg
Trilha Sonora: Luiz Macedo

http://www.muitoalemdopeso.com.br/

* Documentário disponível Aqui!

Acompanhe as redes da Gazeta do Cerrado 24 horas por dia:
Aproveite e siga agora mesmo cada uma de nossas redes, pois cada uma delas possui características próprias e são complementares. Estamos sempre a disposição.
Para denúncias ou coberturas: (63) 983-631-319
Anunciar na Gazeta ou em suas redes sociais: (63) 981-159-796

0 comentários

Direção

Editora Chefe: Maju Cotrim - @MajuCotrim
majucotrim@gazetadocerrado.com.br

Diretor Geral (CEO): Marco Aurélio Jacob - @MarcoJacobBrasil
marcojacob@gazetadocerrado.com.br

Presidente do Conselho Deliberativo: Stênio Jacob

Expediente

Sub Editor: Lucas Eurílio

Jornalista: Maju Jacob

Estagiária: Luciane Santana

Colaborador: Fagner Santana

Assistente de Produção: Maitê Sales

TI: Tiago Bega

Contabilidade: Júnior Goes

Juridico: Jacqueline Paiva

Contatos

Para sugestões, correções, críticas ou entrar em contato:

Redação: (63) 984-631-319
portal@gazetadocerrado.com.br

Para anúncios ou parcerias comerciais

Comercial (63) 984-571-004
comercial@gazetadocerrado.com.br

Institucional (63) 981-159-796 (Marco Aurélio)
marcojacob@gazetadocerrado.com.br