Senado aprova criação da Universidade Federal do Norte do Tocantins

| Gazeta do Cerrado - Para mentes pensantes | - 12/06/2019

Última atualização em 26/08/2019 14:29

Compartilhar no Facebook! Tweetar! Compartilhar no LinkedIn Enviar por email Compartilhar no Whatsapp

Projeto passou por duas comissões antes de ser apreciada em Plenário

O plenário do Senado aprovou nesta quarta-feira (12), a criação da Universidade Federal do Norte do Tocantins (UFNT). A nova instituição, que será um desmembramento da Universidade Federal de Tocantins (UFT), terá sede em Araguaína.

Depois de tramitar por três anos na Câmara dos Deputados, após chegar ao Senado o projeto foi relatado por Kátia Abreu na Comissão de Constituição e Justiça, e pelo senador Eduardo Gomes (MDB-TO) na Comissão de Educação antes de ir para o Plenário.

Kátia Abreu destacou que a nova universidade terá orçamento próprio e independência. O projeto prevê que cursos, alunos, e cargos dos campi da UFT de Araguaína e de Tocantinópolis sejam automaticamente transferidos para a UFNT. Além disso, cria os campi de Xambioá e de Guaraí.

“Depois de três anos tramitando na Câmara, conseguimos em 30 dias aprovar o projeto em duas comissões, e, agora, no Plenário.  O Tocantins agradece a todos os parlamentares que deram celeridade para a criação dessa universidade, que vai fazer a diferença não só para os jovens do meu estado, mas também para os estudantes do sul do Maranhão, Sul do Piauí, do sul do Pará. Todos terão uma nova perspectiva”, afirmou.

Varios entes da bancada federal atuaram na defesa da criação da Universidade.

A Universidade Federal do Tocantins manterá sua sede na capital – sob comando do reitor Luís Eduardo Bovolato – além dos campi de Gurupi, Arraias, Miracema e Porto Nacional. Já a UFNT terá um novo reitor.

O próximo passo, afirmou Kátia Abreu, é reunir apoio dos três senadores e dos oito deputados federais do Tocantins em torno da criação do campus da UFNT de Araguatins.

A senadora agradeceu ao trabalho desenvolvido pelo reitor da UFT, professor Bovolato, e pelo ex-reitor Márcio da Silveira. Destacou que, à época da criação, em maio de 2016, era ministra da Agricultura. “Trabalhei junto ao Executivo para que esse sonho saísse do papel quando era ministra e é uma alegria vê-lo se tornando realidade. Temos que continuar trabalhando para fazer do Tocantins o estado do conhecimento e da oportunidade”, afirmou.

Foto: Geraldo Magela/Agência Senado

Acompanhe as redes da Gazeta do Cerrado 24 horas por dia:
Aproveite e siga agora mesmo cada uma de nossas redes, pois cada uma delas possui características próprias e são complementares. Estamos sempre a disposição.
Para denúncias ou coberturas: (63) 983-631-319
Anunciar na Gazeta ou em suas redes sociais: (63) 981-159-796

0 comentários

Participe! Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

Direção

Editora Chefe: Maju Cotrim Jacob
[email protected]

CEO, CFO, Diretor Executivo e Marketing: Marco Aurélio Jacob
[email protected]

Expediente

Sub Editor: Brener Nunes

Repórter: Lucas Eurílio

Jornalista: Maju Jacob

Estagiária: Luciane Santana

Assistente de Produção: Maitê Sales

TI: Tiago Bega

Presidente do Conselho Consultor: Stênio Jacob

Contatos

Para sugestões, correções, críticas ou entrar em contato:

Redação: (63) 984-631-319
[email protected]

Para anúncios ou parcerias comerciais

Comercial (63) 981-159-796
[email protected]