Supremo julga recurso e absolve deputada Professora Dorinha

| Gazeta do Cerrado - Para mentes pensantes | - 30/08/2018

Última atualização em 26/08/2019 14:47

Compartilhar no Facebook! Tweetar! Compartilhar no LinkedIn Enviar por email Compartilhar no Whatsapp

O plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) absolveu hoje (30) a deputada Professora Dorinha (DEM-TO), que, no ano passado, foi considerada pela Primeira Turma da Corte culpada por ter comprado livros didáticos sem licitação quando era secretária de Educação do Tocantins, em 2002 e 2004.

A Corte julgou um recurso protocolado pela defesa da parlamentar contra a decisão do colegiado. Na ocasião, a deputada foi condenada a 5 anos e 4 meses de detenção e pagamento de multa. Segundo a decisão, caberia à Câmara dos Deputados decidir se a parlamentar perderia o mandato.

Ao julgar o recurso nesta tarde, por 8 votos a 3, a maioria dos ministros entendeu que não houve dolo (intenção) da deputada em causar prejuízo aos cofres públicos.

No julgamento, somente os ministros Edson Fachin, Luís Roberto Barroso e Marco Aurélio votaram pela manutenção da condenação.

Em Nota a deputada Dorinha (DEM-TO) informa que recebeu com tranquilidade a decisão do Supremo Tribunal Federal.

Confira a Nota na integra:

“NOTA OFICIAL

A deputada federal professora Dorinha (Democratas/TO) informa que recebeu com tranquilidade a decisão do Supremo Tribunal Federal em acatar, por 8 votos a 3, os embargos infringentes apresentados pela defesa na Ação Penal 946.

A decisão do STF, em caráter definitivo, absolve a deputada de todas as acusações do Ministério Público Federal. A professora Dorinha afirma, ainda, que sempre esteve convicta da inexistência de quaisquer atos ilícitos durante os 10 anos nos quais conduziu com exímia responsabilidade a Secretaria de Educação do Estado do Tocantins”.

Matéria atualizada às 21h00mim

Acompanhe as redes da Gazeta do Cerrado 24 horas por dia:
Aproveite e siga agora mesmo cada uma de nossas redes, pois cada uma delas possui características próprias e são complementares. Estamos sempre a disposição.
Para denúncias ou coberturas: (63) 983-631-319
Anunciar na Gazeta ou em suas redes sociais: (63) 981-159-796

0 comentários

Direção

Editora Chefe: Maju Cotrim - @MajuCotrim
[email protected]

Diretor Geral (CEO): Marco Aurélio Jacob - @MarcoJacobBrasil
[email protected]

Marketing: Ana Negreiros

Presidente do Conselho Deliberativo: Stênio Jacob

Expediente

Sub Editor: Lucas Eurílio

Jornalista: Maju Jacob

Estagiária: Luciane Santana

Colaborador: Fagner Santana

Assistente de Produção: Maitê Sales

TI: Tiago Bega

Contabilidade: Júnior Goes

Juridico: Jacqueline Paiva

Contatos

Para sugestões, correções, críticas ou entrar em contato:

Redação: (63) 984-631-319
[email protected]

Para anúncios ou parcerias comerciais

Comercial (63) 984-571-004
[email protected]

Institucional (63) 981-159-796 (Marco Aurélio)
[email protected]