Em meio a comoção e revolta com caso João Alberto, Tocantins terá ato antirracista neste domingo

Por Maju Cotrim | 22/11/2020

Última atualização em 22/11/2020 08:02

Compartilhar no Facebook! Tweetar! Compartilhar no LinkedIn Enviar por email Compartilhar no Whatsapp

Palmas terá um ato antirracista a partir das 16h30 no Parque dos Povos Indígenas (próximo á posta de skate) na Capital neste domingo, 22.

O grupo pede que seja levado
máscaras , álcool gel e cartazes.

O protesto será  pela morte de um homem negro que foi espancado e morto por dois homens brancos em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, na noite desta quinta-feira (19), véspera do Dia da Consciência Negra (nesta sexta, 20). João Alberto Silveira Freitas, de 40 anos, foi agredido em uma unidade do supermercado Carrefour. As imagens da agressão foram gravadas e circulam nas redes sociais.

Os nomes dos seguranças presos foram confirmados pela Polícia Civil. São Magno Braz Borges, e Giovane Gaspar da Silva. De acordo com a Polícia Federal, um deles não possuía o registro nacional para atuar na profissão, mas não informou, no entanto, qual dos dois.

A Gazeta vai acompanhar.

Mais sobre o evento

O evento é organizado pela União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES), Coletivo de Juventude Negra (Enegrecer) e os artistas da Batalha do Índio, para de forma simbólica, realçar a importância da Consciência Negra. O Mês da Consciência Negra, Novembro, é necessário para fomentar a discussão da inserção do povo negro na realidade do país e abrir horizontes para a construção de um Brasil Antirracista.

O espaço terá início às 16:30 com uma roda de conversa, para falar sobre as conquistas do povo negro na atual conjuntura. Terá ainda um recital de poesias.

Às 18:00 horas, haverá o início da Batalha de RAP com rimas voltadas para o Combate ao Racismo e realidade do povo negro.

O espaço será aberto para todos que quiserem participar e prestigiar.

Vale lembrar de todos comparecerem fazendo o uso de máscara e do seu álcool em gel.

As informações são do jovem Iã Silva, 17 anos, Diretor de Combate ao Racismo da UBES (União Brasileira dos Estudantes Secundaristas) e Militante do Coletivo de Juventude Negra (Enegrecer).

Acompanhe as redes da Gazeta do Cerrado 24 horas por dia:
Aproveite e siga agora mesmo cada uma de nossas redes, pois cada uma delas possui características próprias e são complementares. Estamos sempre a disposição.
Para denúncias ou coberturas: (63) 983-631-319
Anunciar na Gazeta ou em suas redes sociais: (63) 981-159-796

0 comentários

Participe! Faça seu comentário

Direção

Editora Chefe: Maju Cotrim - @MajuCotrim
majucotrim@gazetadocerrado.com.br

Diretor Geral (CEO): Marco Aurélio Jacob - @MarcoJacobBrasil
marcojacob@gazetadocerrado.com.br

Presidente do Conselho Deliberativo: Stênio Jacob

Expediente

Sub Editor: Lucas Eurílio

Jornalista: Maju Jacob

Estagiária: Luciane Santana

Colaborador: Fagner Santana

Assistente de Produção: Maitê Sales

TI: Tiago Bega

Contabilidade: Júnior Goes

Juridico: Jacqueline Paiva

Contatos

Para sugestões, correções, críticas ou entrar em contato:

Redação: (63) 984-631-319
portal@gazetadocerrado.com.br

Para anúncios ou parcerias comerciais

Comercial (63) 984-571-004
comercial@gazetadocerrado.com.br

Institucional (63) 981-159-796 (Marco Aurélio)
marcojacob@gazetadocerrado.com.br