Solidariedade! Ação arrecada quase meia tonelada de alimentos para assentamento em Palmas

| Gazeta do Cerrado - Para mentes pensantes | - 02/01/2020

Última atualização em 02/01/2020 16:26

Compartilhar no Facebook! Tweetar! Compartilhar no LinkedIn Enviar por email Compartilhar no Whatsapp

Pensar no próximo é uma tarefa diária, mas o Natal é uma data convidativa para o reforço das boas ações. Foi pensando em pessoas que estão em situação econômica desfavorável que colaboradores do Grupo Elmo da obra Suprême du Parc, em Palmas (TO), se uniram a empreiteiros e ao Santuário Nossa Senhora de Fátima e organizaram uma confraternização beneficente e arrecadaram 464 quilos de alimentos não perecíveis.  

Ao todo, foram 130 famílias moradoras do assentamento São João, em Palmas, que foram beneficiadas. De acordo com o analista de marketing da Elmo, Stiv Brenndaw, a confraternização solidária superou as expectativas e rapidamente ganhou força e adesão dos colaboradores. “Nos preocupamos com o próximo, somos uma empresa aberta e que procura fazer a diferença na vida da comunidade, seja direta, como nessa ação de arrecadação, ou indiretamente”, afirma. Os principais alimentos arrecadados foram arroz, feijão, macarrão, óleo, sal e leite. O analista reforça que são famílias carentes e que precisam de doações. A iniciativa foi do Santuário Nossa Senhora de Fátima, que também arrecadou brinquedos para as crianças. 

A auxiliar de engenharia no pós-obra, Alana de Moraes Magalhães, organiza a arrecadação de alimentos para crianças carentes há quatro anos, mas essa foi a primeira vez que os colaboradores da Elmo participaram. “Tudo começou com uma ação voluntária, porque eu sou da igreja e sempre arrecadamos donativos para a Páscoa, Dia das Crianças e Natal. Essa foi a primeira vez que chamei o pessoal da obra e todo mundo participou”, explica. Ainda segundo a Auxiliar de Engenharia, foram dois meses de arrecadação com os fiéis do Santuário e quinze dias intensos na obra, em que cerca de 60 pessoas contribuíram. Para ela, a sensação é de dever cumprido. “Ajudar o próximo é um dos melhores sentimentos. Às vezes é tão pouco para a gente, mas representa tanto para o outro”, diz. 

A quase meia tonelada rendeu 150 cestas de alimentos não perecíveis e a entrega do que foi arrecadado foi uma festa. “Levamos pula-pula, pipoca e algodão doce para as crianças. Todos ficaram tão felizes, foi uma manhã de alegria para as famílias do assentamento São João”, lembra. Segundo a auxiliar, parte dos moradores do assentamento trabalha na cidade, outros trabalham em fazendas próximas e há quem esteja desempregado. 

fonte: Comunicação sem fronteiras

Acompanhe as redes da Gazeta do Cerrado 24 horas por dia:
Aproveite e siga agora mesmo cada uma de nossas redes, pois cada uma delas possui características próprias e são complementares. Estamos sempre a disposição.
Para denúncias ou coberturas: (63) 983-631-319
Anunciar na Gazeta ou em suas redes sociais: (63) 981-159-796

0 comentários

Direção

Editora Chefe: Maju Cotrim - @MajuCotrim
[email protected]

Diretor Geral (CEO): Marco Aurélio Jacob - @MarcoJacobBrasil
[email protected]

Marketing: Ana Negreiros

Presidente do Conselho Deliberativo: Stênio Jacob

Expediente

Sub Editor: Lucas Eurílio

Jornalista: Maju Jacob

Estagiária: Luciane Santana

Colaborador: Fagner Santana

Assistente de Produção: Maitê Sales

TI: Tiago Bega

Contabilidade: Júnior Goes

Juridico: Jacqueline Paiva

Contatos

Para sugestões, correções, críticas ou entrar em contato:

Redação: (63) 984-631-319
[email protected]

Para anúncios ou parcerias comerciais

Comercial (63) 984-571-004
[email protected]

Institucional (63) 981-159-796 (Marco Aurélio)
[email protected]