Serviço de radioterapia em Palmas recebe habilitação do Ministério da Saúde para atender pacientes do SUS

0
165
(Divulgação)

O Tocantins conta agora com uma cobertura mais segura e eficiente para os pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) que fazem tratamento de oncologia. Isso porque a clínica de Radioterapia Irradiar está habilitada pelo Ministério da Saúde e faz parte, oficialmente, da rede Nacional de Atendimento do SUS. O anúncio foi feito pelo ministro da Saúde, Gilberto Occhi, durante visita em Palmas no dia 13 deste mês. Na ocasião o ministro também visitou as instalações da Irradiar.

Na prática, esta homologação significa mais segurança ao paciente já que a clínica receberá os repasses desses atendimentos direto do Ministério da Saúde. Importante destacar que desde 2016 a clínica realizava atendimento aos pacientes do SUS por meio de uma parceria com o governo do Estado.

Segundo médio rádio-oncologista da Irradiar, Ismar de Rezende Junior, esta é um grande conquista para todos do Estado do Tocantins, pacientes e clínica.

O físico-médico, Fabio Alves, explicou que esta aprovação do MS só reforça a qualidade do atendimento e a excelência dos equipamentos de oncologia da clínica. “Este é um enorme passo para o avanço da saúde pública do Estado do Tocantins, oferecer à toda a população tocantinense um serviço de alta qualidade como o disponibilizado pela Radioterapia Irradiar é a concretização de um sonho pessoal e profissional ”, afirmou.

No dia 25 deste mês a Irradiar completa dois anos desde sua inauguração, em 2016, e durante este período mais de 900 pacientes entre pessoas do SUS, rede privada e planos de saúde foram atendidos na clínica.

A clínica possui dois bunkers para acelerador linear (salas especiais para o aparelho de radioterapia), estando um em operação e o segundo com vistas a ampliação do serviço. Atualmente a Irradiar realiza o tratamento de 50 a 55 pacientes por dia, estando ainda com mais um turno a ser aberto conforme necessidade, podendo atingir uma capacidade de atendimento de até 90 pacientes diários.

Importante destacar que os pacientes da Irradiar contam com um acelerador que figura entre os mais modernos do País, sendo capaz de realizar radioterapia conformacional 3D, de intensidade modulada (IMRT) e IGRT além da Radiocirurgia (técnicas que maximizam os resultados com menores impactos à saúde do paciente). O aparelho focaliza e emite a radiação de forma específica para não comprometer os demais órgãos.

Homologação

No dia 05 de junho deste ano, Ismar de Rezende Junior e Fabio Alves estiveram em Brasília para solicitar esta habilitação junto ao ministro da Saúde. Na ocasião foi demonstrado o interesse da pasta em habilitar a Radioterapia Irradiar para a rede de atendimento do SUS.

Sobre

Ismar de Rezende Júnior é médico rádio-oncologista, formado pela Universidade de Cuiabá, cursou Residência Médica em Radioterapia no Hospital de Câncer de Barretos; é especialista e membro da Sociedade Brasileira de Radioterapia.

Fábio Alves dos Santos Júnior é bacharel em física pela Universidade Federal de São Carlos e especialista em física médica pela Associação Brasileira de Física Médica (ABFM); supervisor em Radioproteção pela Comissão Nacional de Energia Nuclear; e membro da ABFM convidado para realizar a tradução do sistema de Cálculo VARIAN Eclipse em Palo Alto – Califórnia – EUA

Sua opinião é muito importante: