Homem grava vídeo em Barrolândia-TO, sugere que fazenda é do ex-presidente Lula e repercussão causa transtornos para família

0
1146
Fake News viralizou nas redes sociais - Divulgação

Equipe Gazeta do Cerrado

Um vídeo que viralizou na última semana pelas redes sociais do Tocantins, tem causado transtornos para o pecuarista Luís Carlos, que chegou a registrar Boletim de Ocorrência nesta terça-feira, 18, após grande repercussão. Conhecido desde criança como Lula, o pecuarista se surpreendeu quando recebeu em seu WhatsApp imagens da entrada da sua fazenda em Barrolândia na BR-153, a 88km de Palmas, feitas por uma pessoa não identificada.

Nas imagens o homem elogia o “asfalto bom” e o “grande acostamento”, “os bois no pasto”, além de falar da beleza da fazenda em questão. Ao final do vídeo, o homem filma a placa da fazenda que está com os dizeres “Proprietário: Lula e Família”, com uma imagem de Nossa Senhora Aparecida, e ainda a logo de uma empresa de sementes e nutrição animal.

“Eu fui prestar atenção porque eu gosto muito de fazenda, e vi esse pasto bem formado, uma fazenda que chama atenção. Aí fui ler uma placa, e tem um gado bonito ali, aí eu gostaria que vocês prestassem atenção nessa placa. Leiam direito. Aí eu fiquei indignado. Será de quem que é? Será que é do tratador de elefantes, será que é do larápio?”, diz o homem desconhecido no vídeo.

A referência sugerida por ele é ao ex-presidente Lula, condenado por corrupção e lavagem de dinheiro. O vídeo tem circulado nas redes sociais e causado transtornos ao pecuarista e sua família e também para a empresa que consta na placa da fazenda. Ataques gratuitos, piadas, tem sido feito por cidadãos que acreditaram na veracidade do vídeo, causando medo e danos morais nas pessoas envolvidas.

“É uma irresponsabilidade o que foi feito. E se alguém vier até a fazenda e colocar fogos nos pastos ou com outra intenção ruim, causada pelo que é dito por esse homem no vídeo? E se eu e minha família viermos a sofrer algum tipo de violência por conta disso? Não é brincadeira uma coisa dessas”, diz Luís Carlos.

O fazendeiro conta ainda, que o proprietário da empresa que está na placa da sua fazenda também tem recebido inúmeros insultos e, inclusive, já conversou com ele para relatar o ocorrido. “É mais uma Fakenews espalhada. Os cidadãos precisam ter consciência de que algo assim afeta a vida das pessoas. Afeta a vida de nós trabalhadores. É preciso ter consciência antes de compartilhar as coisas nas redes sociais. Dependendo da repercussão, é inimaginável o que uma notícia falsa pode gerar”, completou.

Repercussão

Há relatos de que o vídeo fake se espalhou por todo o País. No Facebook por exemplo, uma única publicação já havia sido visto mais de 140 mil vezes, ultrapassando os 13 mil compartilhamentos. Muitos comentários sugeriam inclusive atentados à propriedade.

Sua opinião é muito importante: