No sudeste do TO, aposta entre amigos vira caso de polícia e até vereador está envolvido

Por Gazeta do Cerrado | 19/11/2020

Última atualização em 19/11/2020 11:56

Compartilhar no Facebook! Tweetar! Compartilhar no LinkedIn Enviar por email Compartilhar no Whatsapp

Uma pessoa foi presa

Uma aposta aparentemente inofensiva feita entre amigos, na cidade de Almas, no sudeste do estado, por ocasião das eleições municipais, realizadas no último domingo, se transformou em caso de Polícia nesta quarta-feira, 18, quando um homem de 45 anos foi preso em flagrante pela Polícia Civil por  crime de extorsão.

De acordo com o delegado Joadelson Rodrigues Albuquerque, a ação que resultou na prisão do indivíduo, teve início ainda nesta terça-feira, dia 17, quando a vítima compareceu até a Delegacia de Almas e registrou um Boletim de Ocorrência, noticiando que estaria sendo ameaçada de morte pelo até, então,  amigo, em razão de uma suposta aposta que teria feito com o suspeito por ocasião das eleições municipais.

Aposta

Ocorre que supostamente vítima e autor fizeram uma aposta, sendo que cada um escolheu um candidato a vereador e então apostaram qual dos candidatos receberia mais votos no pleito de 15 de novembro. No entanto, a vítima afirmou em depoimento que, como estava entre amigos, não levou o compromisso a sério, e mesmo tendo perdido a aposta pensou que não teria que pagar o valor combinado”, contou o delegado

No entanto, logo após a proclamação do resultado oficial, o suspeito, na companhia do vereador que recebeu mais votos, procurou a vítima na intenção de receber o dinheiro da aposta. Porém, a vítima reafirmou o desejo de não pagar, pois julgava se tratar de uma brincadeira. Contudo, segundo o homem, diante da negativa começaram as ameaças de morte e agressões por parte do suspeito e também do vereador, de 56 anos que chegou a desferir tapas no rosto da vítima.

Desse modo, a vítima registrou o primeiro Boletim de Ocorrência por ameaça. Entretanto, ainda segundo a vítima em depoimento, o suspeito passou o ligar em seu telefone celular e fazer ameaças, sendo que nesta quarta-feira, por volta das 10h, o suspeito e também o vereador foram até o local de trabalho da vítima na intenção de receber o dinheiro. Mais uma vez, o homem disse que não pagaria, porque não reconhecia o acordo firmado. Todavia, dessa vez, o vereador, supostamente, saiu do veículo em que estava e passou a desferir tapas no rosto da vítima, sendo contido por populares que estavam no local.

Após o apaziguamento dos ânimos, a vítima procurou novamente a Delegacia de Polícia Civil e registrou novo Boletim de Ocorrência desta vez por ameaças e agressão física. Diante dos fatos, a Polícia intensificou as investigações e, no período da tarde, receberam informações de que a vítima, temendo por sua integridade física, bem como de seus familiares, teria efetuado o pagamento de R$ 4 mil reais ao suspeito.  Imediatamente, localizaram o autor das ameaças que ainda estava de posse do dinheiro recebido.

Desse modo, o homem foi preso em flagrante pelo crime de extorsão e conduzido até a Central de Atendimento da Polícia Civil em Dianópolis, onde foi autuado em flagrante. Ao ser ouvido pelo delegado Joadelson, o homem confessou as ameaças e disse que dividira os quatro mil reais com o vereador que também é investigado pela prática dos fatos.   Em seguida, após a realização dos procedimentos legais cabíveis, o homem foi conduzido para a Casa de Prisão Provisória da cidade, onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário. As investigações continua.

Fonte/Foto: SSP

Acompanhe as redes da Gazeta do Cerrado 24 horas por dia:
Aproveite e siga agora mesmo cada uma de nossas redes, pois cada uma delas possui características próprias e são complementares. Estamos sempre a disposição.
Para denúncias ou coberturas: (63) 983-631-319
Anunciar na Gazeta ou em suas redes sociais: (63) 981-159-796

0 comentários

Participe! Faça seu comentário

Direção

Editora Chefe: Maju Cotrim - @MajuCotrim
majucotrim@gazetadocerrado.com.br

Diretor Geral (CEO): Marco Aurélio Jacob - @MarcoJacobBrasil
marcojacob@gazetadocerrado.com.br

Presidente do Conselho Deliberativo: Stênio Jacob

Expediente

Sub Editor: Lucas Eurílio

Jornalista: Maju Jacob

Estagiária: Luciane Santana

Colaborador: Fagner Santana

Assistente de Produção: Maitê Sales

TI: Tiago Bega

Contabilidade: Júnior Goes

Juridico: Jacqueline Paiva

Contatos

Para sugestões, correções, críticas ou entrar em contato:

Redação: (63) 984-631-319
portal@gazetadocerrado.com.br

Para anúncios ou parcerias comerciais

Comercial (63) 984-571-004
comercial@gazetadocerrado.com.br

Institucional (63) 981-159-796 (Marco Aurélio)
marcojacob@gazetadocerrado.com.br